Dermacyd

Mal cheiro na região íntima: quais as causas e o que fazer

10/10/2020

Apesar de toda vagina possuir um odor natural, a maioria das mulheres apresentam dúvidas e vergonha em relação a seu cheiro característico. O fato é que se todas as secreções do corpo têm cheiro, com a vagina não seria diferente, concorda? Mas é importante ficar atenta a outros sintomas além do odor forte, que podem indicar desde má higiene íntima até a presença de infecções e outras doenças. Descubra mais lendo o texto abaixo:

Causas O que pode ser?

Infecções

A vagina, por natureza, tem um cheiro característico, mas um odor forte pode ser sinal de infecção. Por exemplo, secreção vaginal acinzentada e mal odor são alguns dos sintomas da vaginose bacteriana1. Outra infecção que pode provocar mal cheiro é a tricomoníase, que causa corrimento amarelado, amarelo-esverdeado ou acinzentado e mau cheiro, geralmente lembrando o de peixe.2

Já a maioria das infecções vaginais por fungos não produz um odor vaginal forte, como a candidíase3. De qualquer maneira, é sempre bom consultar um ginecologista quando suspeitar que algo está errado com sua região genital e investir no tratamento adequado, com medicamentos antifúngicos e antibióticos.4

Caso perceba esses sintomas, procure imediatamente um ginecologista. Além disso, sempre faça uso de preservativos, que são essenciais para evitar essas doenças.

​Má higiene

Caso você não apresente nenhum outro sintoma além do forte cheiro vaginal, é provável que você não tenha nenhuma doença e precise apenas melhorar sua higiene íntima.

Outras dicas importantes de higiene são:

• Na hora da limpeza, realize movimentos suaves, sempre no sentido da frente para trás e apenas uma vez. Caso precise de mais papel, pegue um novo pedaço. Isso evita a contaminação da vulva por resíduos microscópicos de fezes;5

• Após o ato sexual, lavar área genital externa com água e produto de higiene íntima. Não fazer uso de duchas vaginais sem indicação médica; ⁶- Trocar as roupas íntimas ao menos uma vez ao dia;⁶

• - Trocar as roupas íntimas ao menos uma vez ao dia; 6

​Menstruação⁷

A menstruação consiste na eliminação de um óvulo não fertilizado, sangue e tecidos do revestimento uterino. É completamente normal que essa combinação tenha um leve odor depois de sair da vagina. Mas fique atenta: se sua menstruação possuir um odor muito forte e você notar sintomas incomuns, como corrimento vaginal ou dor pélvica, consulte seu médico, pois algo mais poder estar acontecendo.

Tratamento E dicas gerais

• O remédio para doenças com mau cheiro depende de suas causas, podendo ser recomendado pelo ginecologista o uso de comprimidos via oral, óvulos vaginais e pomadas para aplicar diretamente na vagina; ⁸

• Considere utilizar probióticos, que mantém a microbiota normal de lactobacilos. 9Eles também estão presentes na alimentação, como no queijo e no iogurte

• Evite usar roupas muito justas, pois elas podem aumentar a temperatura do corpo e a umidade em torno de suas partes íntimas; 11

• Use calcinha de algodão, pois não retém calor ou umidade; 11

• Não permaneça com um maiô molhado depois de nadar ou com uma roupa de treino úmida depois da academia. Troque por roupas secas imediatamente. 11

• É importante lavar a região com sabonetes específicos, de preferência líquidos que não agridam o PH da área 12

Referências:

1. WANDERLEY, Miriam da Silva et al . Vaginose Bacteriana em Mulheres com Infertilidade e em Menopausadas. Rev. Bras. Ginecol. Obstet., Rio de Janeiro , v. 23, n. 10, p. 641-646, Dec. 2001 . Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbgo/v23n10/8488.pdf ​​

2. Departamento de. Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis. Tricomoníase. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/publico-geral/o-que-sao-ist/tricomoniase​​

3. Everyday Health. Vaginal Yeast Infection Signs and Symptoms. Disponível em: https:// www.everydayhealth.com/yeast-infection/guide/symptoms/

​​4. Healthline Media a Red Ventures Company. Everything You Need to Know About Vaginal Infections. Disponível em: https://www.healthline.com/health/vaginal-infection​​

5. Hospital e Maternidade Therezinha de Jesus. Higiene Íntima Sem Tabu. Disponível em: https:// www.hmtj.org.br/arquivos.hmtj/dicas/higiene_intima.pdf​​

6. Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia. Guia Prático de Condutas Sobre Higiene Genital Feminina. Disponível em:https://missali.site.med.br/fmfiles/ index.asp/::XPR3638::/Guia_de_Higiene_Feminina.pdf​​

7. Healthline Media a Red Ventures Company. Why Does My Period Smell? Disponível em: https:// www.healthline.com/health/why-does-my-period-smell​​

8. Healthline Media a Red Ventures Company. Everything You Need to Know About Vaginal Infections. Disponível em: http://https//www.healthline.com/health/vaginal-infection#treatment​​

9. National Center for Biotechnology Information, U.S. National Library of Medicine- Probiotics in the Prevention and Treatment of Postmenopausal Vaginal Infections: Review Article. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5770522/#B34

​​10. National Center for Biotechnology Information, U.S. National Library of Medicine- Health Benefits of Probiotics: A Review. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4045285/​​

11. WebMD - 10 Ways to Prevent Yeast Infections - Disponível em: https://www.webmd.com/women/ guide/10-ways-to-prevent-yeast-infections

12. SILVA, Denise Antonia Nunes; COSTA, José Luiz Mazzei. A IMPORTÂNCIA DO SABONETE ÍNTIMO FEMININO COM FOCO NA MICROBIOTA E NOS ESTÁGIOS DE VIDA DA MULHER. Disponível em: https://oswaldocruz.br/revista_academica/content/pdf/Edicao_23_DENISE_ANTONIA_NUNES_SILVA.pdf

MAT-BR-2003452 Nov 20